Spanish Rock Party!

A Mostra Espanha apresenta este programa de concertos na Fábrica Braço de Prata onde vão actuar tanto novas promessas como bandas consolidadas da cena do rock espanhol.

 

SÁBADO 13 DE NOVEMBRO- SPANISH ROCK PARTY! – SHE MAKES NOISE

Mulheres artistas desde o pop intimista até ao rockabilly, passando pelo dream pop noise.

 

Pauline en la playa

Pauline en la Playa são Mar y Alicia Alvarez, duas irmãs de Gijón e uma referência na cena musical independente espanhola desde os anos 90, primeiramente como Undershakers, uma banda exclusivamente feminina e de grande popularidade, e, desde 1999 como Pauline en la Playa, o nome com o qual lançaram sete álbuns até ao momento: “Nada como el Hogar” (Subterfuge, 1999); “Tormenta de Ranas” (Subterfuge, 2001); “Termitas y otras cosas” (Subterfuge, 2003); “Silabario” (Subterfuge, 2006); “Física del equipaje” (siesta 256, 2010); “El mundo se va a acabar“(siesta 266, 2013) e o seu mais recente trabalho, “El Salto” (PAULINE, 2019), eleito Melhor Álbum Nacional do ano  pelos ouvintes do Disco Grande” da Radio3. A crítica especializada sempre elogiou os seus discos, ressaltando a grande qualidade do pop intimista e considerando também umas das melhores letristas espanholas, herdeiras de Vainica Doble.

La Perra Blanco

La Perra Blanco Trio é uma banda de Andaluzia, mais especificamente do sul de Cádiz (La Línea de la Concepción), com inspiração na música dos anos 50 e com influências tanto da black music, como os blues ou  o gospel e da white music como hillbilly, rockabilly, country, … O tempo que a banda passou em Hemsby (Reino Unido) ou no Atomic r’n ‘r club (Barcelona), assim como em dezenas de outros clubes por toda a Espanha, lançou a banda em 2019 tanto no circuito nacional, como no circuito e internacional

Rayo

Tábata Pardo (Fuckaine), María Frigo (Agnes), Letícia e Ágata Ahora (Las Odio, Agnes) são as Rayo. Em outubro de 2019 lançaram o seu primeiro álbum, Jungla, de forma independente e  com a produção de Fran Meneses. Ouvir aqui.

O seu estilo, sempre em processo, poderia ser definido como ‘dream pop-noise rock’, constituído por baixos persistentes, guitarras dissonantes, bateria poderosa, contrariados por linhas vocais melódicas. O grupo deu seu primeiro concerto em janeiro de 2018 no salão La Palma em Madrid e desde então têm tocado em vários locais de Madrid e noutras cidades de Espanha, bem como em vários festivais como Sonorama, Ruidismo, SOS, Trueno Rayo, Brillante, entre muitos outros…

 

SÁBADO 20 DE NOVEMBRO- SPANISH ROCK PARTY! – NO SIESTA TONIGHT

 

Terrier

Com três LP’s, um EP, várias publicações em diferentes coletâneas, canções de natal e tudo, Lili Laduquesa (voz e órgão), Enrique Gutiérrez “Don Matías” (bateria), David Iñurrieta “Dave Petrone” (guitarra e voz) e María Manolí (baixo e voz) já estão mais do que consolidados e elogiados no circuito underground espanhol. Pela mão de Sonido Muchacho, que já em 2013 entendeu o potencial apostando neste grupo descontraído e divertido, a banda não decepcionou e continuou a crescer. Os Terrier deixaram já grandes canções para a história e acima de tudo, grandes concertos, onde até os mais reticentes não conseguem evitar divertir-se, e isso é que a sua marca: transmitir as suas mensagens, curtindo a vida que eles carregam por dentro e conseguem contagiar.

Sempre presentes nas listas dos melhores do ano, com aquele pop explosivo e com as suas vozes características que se alternam e se confundem de forma mais gloriosa, as melodias, guitarras, ritmos e teclados viciantes que soam com força e abrangência … mas que acima de tudo, formam as canções.

Ao vivo, eles percorreram a península ibérica, espalhando a sua boa disposiçã, quer nas salas de concerto, quer em todo o tipo de festivais: Vida, Sonorama, SOS, Tomavistas, Noroeste, El Low … Também nos showcases da Radio3 e em todas as aventuras e desafios, o grupo sabe que se divertirá.

Terrier é um grupo justo, necessário e não morde!

The Bo Derek’s

The Bo Derek’s, símbolos sexuais do rock’n’roll desde Rias Baixas (Galiza, Espanha), são o resultado da união de Oscar Avendaño (Siniestro Total, Los Profesionales, Reposado) na voz e guitarra com os Hermanos Lorre -Jorge Lorre e Rufus el Guarro – (Los Wavy Gravies, The Allnight Workers, Los Hijos Bastardos de Peter Lorre, Dead Wood…), no baixo e bateria respectivamente, para dar lugar ao seu lado mais pub-rocker: rock’n’roll em espanhol para beber e dançar, com influências que vão desde Dr. Feelgood ou The Bishops a Bo Didley, Devil Dogs ou Marmalade …

Depois de terem esgotado o seu primeiro álbum, “10”, que foi masterizado por Mike Mariconda (The Raunch Hands, The Devil Dogs) e editado pela Family Spree Recordings, com a pandemia criaram “Al Carajo!”, um novo álbum, gravado e produzido por Hendrik Röver (Los Deltonos). Aproveitaram também este momento para gravar um novo LP, que será lançado em breve e que terá o título apropriado de “Infectame, baby!”

Cápsula

As pessoas estão tão desesperadas que acreditariam em qualquer coisa … até mesmo no rock’n’roll. Basta apenas tocar um vinil ou gritar “um, dois, três” no microfone, e a paixão pela vida retorna.

Uma das bandas ibéricas que entendem este sentimento é Cápsula. E dir-se-ia que ninguém vive, assimila, pratica e constrói como esta banda, especialmente nas suas atuações vulcânicas. Guiados pelo casal Martín e Coni, na guitarra e baixo, e com Álvaro Olaetxea na bateria, Cápsula tem sido comparada na revista Rolling Stone a grupos como The Cramps, X ou The Who.

O trio basco-argentino acaba de lançar um novo álbum, o que é sempre uma ótima notícia, que mostra que a chama do melhor rock, o profundo e primitivo, o real, continua viva. “Phantasmaville” é composto por onze novas canções que mantêm e amplificam a sua vocação de rockeiro psicótico, alheias às tendências e sabores que dominam a música popular do novo milénio. “É um disco de rock’n’roll feito por punks em uma máquina do tempo analógica”, dizem eles. “Sem muito julgamento, como olhar o universo pela primeira vez. Muita visão… e um mapa celeste esférico diferente ”.

Vamos poder ver tudo isso no dia 20 de novembro na Fábrica Braço de Prata.


DISCIPLINA
MÚSICA

QUANDO
13 y 20/11/2021

ÓNDE
Fábrica Braço de Prata
R. Fábrica de Material de Guerra, 1
LISBOA

BILHETES
Grátis

SITES
La Perra Blanco
Cápsula
Pauline en la playa
Rayo
Terrier
The Bo Derek’s

COLABORAM
Braço de Prata
Câmara Municipal de Lisboa

© 2021-Ministério da Cultura e Esportes, Todos os direitos reservados – Condições de utilizaçãoPolítica de privacidadePolítica de uso de cookies. Web design por Accionlab

This site is registered on wpml.org as a development site.